Notícias

Alimentação e tato: um sentido somado pela tecnologia

Podemos associar vários sentidos ao ato de comer. O tato passa a somar nessa lista, aplicado ao processo de produção de alimentos em larga escala, fruto da experimentação de tecnologias nascedouras de outras áreas. O novo o Self Cooking Center da Rational, produtora de fornos industriais, é um belo exemplo disso. Com múltiplas possibilidades, o equipamento é totalmente interativo e de funcionamento baseado em um sistema touch screen.

Foi para conhecer em primeira mão essa novidade que Cláudio Pastor da Rational Brasil, convidou o engenheiro Dimas Rodrigues de Oliveira, proprietário da Nucleora – Cozinhas Profissionais, para uma série de visitas a cozinhas modernas na região de Munique, na Alemanha, entre os dias 03 e 06 de outubro. Como acompanhantes nessa vivência estiveram três colaboradoes da Nucleora, Bruno Ribeiro, Mariana Padovezi e Diogo Panzarini. “Foi um evento específico para nós, que estamos realizando projetos muito diferentes e interessantes.”

O lançamento mundial da novidade da Rational aconteceu logo depois dessa viagem, em XX de outubro, em Milão, na Itália. No Brasil, Dimas acredita que ele será lançado oficialmente na feira Fispal Food Service, em junho de 2012. “Se você for comprar um equipamento agora e já tem um novo, daqui a quatro anos o seu estará totalmente fora de linha, obsoleto em todos os sentidos, design, estética, tecnologia. As peças vão ficar mais caras”, ressalta Dimas.

Esse é um risco que a Nucleora não quer correr, por isso a equipe está em constante busca e contato com o que há de mais novo e inovador em sua área de atuação. “Temos que conhecer esses equipamentos e essas soluções já que um projeto aprovado e finalizado hoje só estará concretizado em três ou quatro anos, que é quando o cliente vai comprar o que foi especificado. Por isso viajamos muito, precisamos estar antenados.”

Rompendo paradigmas
Foi uma viagem multicultural, começando por um workshop com um grupo composto metade por latino-americanos e a outra metade por poloneses. Num segundo momento, de visita à nova fábrica da Rational, somou-se ao grupo alguns russos. “De lá fomos conhecer o prédio administrativo da Linde, fornecedora de gás para várias finalidades. O prédio tem uma arquitetura moderna e muito bonita e uma das cozinhas mais modernas que já vi, onde se produz 2.500 refeições no almoço por dia, em uma área extremamente compacta, que deixa a gente de queixo caído”, conta Dimas.

O arquiteto que projetou o prédio, o alemão Günther Behnisch, também foi o projetista do Olympiastadion, estádio dos Jogos Olímpicos de 1972, de Munique. A cozinha da Linde, inaugurada recentemente, tem um design arrojado e o restaurante se chama Ágora, palavra grega que remete a praça central da cidade, um espaço público e coletivo. “Uma coisa que nós nem imaginávamos fazer em um projeto dentro da área de distribuição, onde as pessoas comem. É algo tão inovador que a pessoa que está num prédio daquele rompe com um monte de paradigmas. Foi muito bom meus arquitetos verem isso, fervilha a cabeça deles de novas ideias, que é possível fazer diferente, bonito e arrojado.”

A última visita do grupo foi à cozinha da Allianz Seguros, que, segundo o engenheiro é também muito moderna, bonita e com muita tecnologia. Das 5.000 pessoas que frequentam o prédio diariamente, 2.500 refeições são produzidas em uma cozinha mais antiga e 2.500 na mais nova, objeto da visita. Todas as tecnologias apresentadas ao grupo já podem ser especificadas nos projetos da Nucleora.

Data: 15/12/2011
Texto: Juliana Rocha Barroso
Jornalista profissional – MTB: 42238/SP

Voltar

Vídeo Institucional

NUCLEORA Arquitetura Sustentável – Cozinhas Profissionais

 

Twitter

 

Facebook

NUCLEORA Cozinhas Profissionais - Todos os direitos reservados
São Paulo - SP | Tel.: 11.3266.8899 | nucleora@nucleora.com.br